10 coisas para não fazer nas redes sociais da sua empresa

O que não fazer nas redes sociais?

Através das redes sociais, o papel da empresa perante o público está mais fácil de ser analisado, devido a rápida e prática, troca de contato entre ambos.

Atualmente, as redes sociais tomaram conta da internet e se tornaram o canal mais procurado para a divulgação de empresas. Estar sempre atualizado e saber como um perfil de rede social de uma empresa deve ser administrado é um ponto fundamental se você deseja que sua empresa obtenha sucesso.

Existem condutas que representam um risco para os negócios, ao invés de agregar no marketing da empresa, elas podem prejudicar a imagem da marca.

Na maioria das vezes, essas ações não se parecem vilãs, entretanto, elas podem representar sim um grande obstáculo entre a empresa e os clientes, podem te fazer perder vendas e interferindo diretamente na sua imagem com o público.

Confira quais são essas atitudes!

1- Evite a exposição de posição política e religiosa

Se a sua empresa não tiver um viés religioso ou político, não existe razão para expressar esse tipo de opinião no perfil da mesma. Esses temas geram muitas polêmicas e discussões e com certeza, você não vai querer que isso englobe a sua marca.

Caso tenha muita necessidade de expor opinião relativos a esses assuntos, faça isso no seu perfil pessoal e não em seu perfil empresarial. Entenda que muitas pessoas podem achar o conteúdo ofensivo e isso poderá acarretar a perda de clientes que não tem a mesma visão que você.

Procure compartilhar em seus canais de interação notícias e assuntos pertinentes ao seu ramo de atuação, mercado de trabalho, atividades da sua empresa, descrição dos seus serviços, etc. Ou seja, tudo que seja relevante para a sua persona e que tenha relação com a sua empresa e com os serviços que a mesma oferece.

Entenda que as pessoas entram e acessam as redes sociais como forma de interação, lazer, divertimento, por isso nem todo mundo vai estar afim de ver opiniões polêmicas de viés religioso ou político diferente do que elas acreditam.

2 – Fazer propaganda sobre os produtos e serviços a todo momento

Essa é uma das coisas para não fazer nas redes sociais que você precisa mais prestar atenção, pois esgota a paciência dos leitores.

É claro que o perfil das empresas nas redes sociais serve também para divulgar as ofertas do seu próprio negócio, mas isso deve ser feito com planejamento e não a todo momento.

fazer este tipo de publicação constantemente no perfil geram pouco engajamento, afinal, ninguém gosta de ver todos os dias propagandas no seu feed. Talvez nem mesmo você.

Quantas vezes já não pulou ou nem deu atenção a alguns anúncios que apareceu para você enquanto navegava em suas redes sociais? Agora imagine o seu cliente fazendo a mesma coisa com a sua empresa se a todo momento você divulgar uma promoção?

É fundamental saber diversificar o conteúdo para que as pessoas entendam que por trás do trabalho da empresa existe o objetivo de informar o seu leitor e trazer conhecimento que realmente vai agregar na vida deles.

Procure alternar suas postagens promocionais com postagens de conteúdo ou do seu cotidiano. Isso já pode dar uma boa suavizada no seu feed. Fazendo isso com consistência e uma boa frequência, logo você notará a diferença.

Com certeza uma atitude simples, mas que pode trazer grandes resultados!

3 –  Conteúdos irrelevantes com o negócio

Todo o conteúdo postado nas redes sociais deve ter relação com o que a sua empresa trabalha. Isto é fato.

Afinal, aquelas pessoas seguem o negócio para ficar por dentro das informações importantes sobre ele não estão afim de ver postagens que não tem a ver com o que elas estão buscando.

Imagine que você está procurando por perfis e informações que falem sobre viagens, destinos e que lhe forneça conteúdos relevantes para que você possa se preparar para a sua viagem de férias com a família, acha um perfil que parece ser bacana, mas depois de um tempo este perfil além de falar de viagens, este perfil começa a divulgar também serviços de engenharia. Isso faz sentido para você? No mínimo você achará estranho e começará a desconfiar da confiabilidade daquela empresa, não é mesmo?

O mesmo acontece com o seu cliente.

Se a empresa trabalha com utilidades domésticas, não há razões para postagens sobre roupas e assim sucessivamente. É muito comum perceber que algumas companhias fazem isso para conseguir cliques, porém deixam de notar que na verdade estão afastando seus potenciais clientes.

Cliques e seguidores não é o mesmo que conseguir mais vendas. Entender isso é crucial para ter sucesso nas suas estratégias de negócio no ambiente online.

4 – Usar sempre o mesmo formato

A empresa precisa apostar em formatos de conteúdo variados para atingir todos os públicos, sejam eles: Artigos, Lives, Vídeos e Artes visuais para agregar crescimento na página.

Os usuários possuem gostos e estilos diferentes e com certeza, você quer atingir todos eles. No entanto, diversificar demais pode ser um problema. É importante humanizar cada vez mais o conteúdo e trabalhar pensando em agradar a sua persona, afinal é para ela que você está produzindo informações.

Entender qual o tipo de formato está tendo maior aceitação por parte do seu público, pode ser a chave para aumentar o engajamento das redes sociais da sua empresa. Mensurar isso é perfeitamente possível através das ferramentas disponibilizadas pelas próprias redes sociais.

Ter uma identidade visual consistente agrega valor à marca, além de reforçar o seu posicionamento. Uma empresa com identidade visual consistente passa maior confiança ao público, facilita a compreensão da mensagem e ajuda na estética visual dos perfis da sua empresa tornando o mais atrativo e de qualidade.

5-Vídeos de má qualidade

Para quem gosta de produzir vídeos, cuidado, pois a má qualidade pode ser prejudicial ao negócio. Portanto, essas é uma das coisas para não fazer nas redes sociais da sua empresa, pois gera uma péssima impressão para quem está assistindo.

É importante se atentar as imagens e também ao áudio para garantir uma boa experiência para quem está do outro lado da tela.

Um vídeo mal feito não impede somente que os usuários assistam o conteúdo até o final, mas também, que ele não queira receber mais conteúdo do perfil do seu negócio.

Vale ressaltar que a qualidade referida aqui não é somente na questão visual e estética da coisa, mas principalmente no conteúdo a ser oferecido. Não basta pensar apenas em qual câmera utilizar, qual cenário escolher se você não tem conhecimento do que irá falar.

Uma dica é, procure gravar em ambientes com pouco barulhos ou ruídos externos e prefira o uso da luz natural, ou seja, a luz do dia mesmo. Evite lugares escuros demais.

Para a gravação pode ser tanto o uso de uma câmera profissional ou semi profissional, quanto do seu próprio celular. Hoje em dia existem ótimas opções de smartphones com uma boa qualidade de câmera, inclusive na opção frontal.

Você não precisa investir todo o seu dinheiro nisso logo de cara, algumas atitudes simples podem fazer diferença, como por exemplo, limpar a câmera do celular antes de começar a gravar, você perceberá que terá uma ótima diferença de imagem.

E por último, mas não menos importante, faça um roteiro do que irá dizer no vídeo. tenha em mente os assuntos principais que deverá abordar, crie uma lista de pontos importantes ou faça o próprio texto. Treine algumas vezes sem a câmera passar saber se ficará natural. Se prepare.

Quanto mais você treinar, mas natural a sua gravação irá ficar e mais qualidade terá a sua rede.

6-      Usar o mesmo conteúdo em todas as redes sociais

É preciso ter criatividade para conquistar o mundo virtual, mas quem consegue, certamente tem uma legião de seguidores que se tornam clientes.

Entender que cada rede social possui sua própria característica e público, é fundamental para construir e fortalecer uma marca na internet. Por isso, é importante produzir conteúdo específicos para cada uma delas.

Claro que você pode usar as mesmas postagens em alguns casos, porém o ideal é saber diversificar. Ter atrativos que só quem seguir aquela determinada rede vai poder ter acesso.

No Instagram, por exemplo o uso de belas fotos é o mais indicado, além de fazer uso dos stories mostrando como é o seu dia a dia, novidades da empresa e informações em tempo real para manter seu público conectado.

Já no Facebook, é possível criar vídeos e postar artigos para levar mais facilmente melhores informação ao seu público.

7-      Publicar conteúdo de outrem

Toda a empresa precisa produzir seu próprio conteúdo, sejam artigos, vídeos, gráficos, artes, etc.

Republicar artigos de outros sites como sendo seus não vai trazer bons resultados, cuidado com cópias de conteúdo, esses podem gerar muitas dores de cabeça.

Se você achou um artigo escrito por outra pessoa mais relevante e que acredita que tem a ver com o tipo de serviço/atividade oferecidos pela sua empresa e que vale o repasse da informação, compartilhe em sua rede social com uma breve descrição sua contando o porquê você acredita ser interessante.

O que te chamou a atenção? O que você mais gostou da matéria? Por que você acredita que seu público irá gostar também?

Esta é uma ótima alternativa para manter sua rede atualizada e agregar autoridade. Afinal você não está compartilhando por compartilhar, está deixando claro o porquê acha aquilo relevante e contribui para a cooperação do seu seguimento. Ainda agrega valor para quem acompanha e segue o seu perfil.

Contudo, vale ressaltar que este tipo de postagem deve ser bem pensado e analisado. É preciso ter certeza da veracidade das informações e se condiz com a realidade do seu mercado. Além disso, não é recomendado fazer um frequente pois a intenção é trazer público para as suas publicações e não de terceiros.

É importante ter a sua exclusividade para assegurar o melhor alcance do público.

8-      Não foque nos memes

É engraçado, as pessoas gostam, gera um bom engajamento, mas… É preciso ter cuidado.

O seu uso excessivo de memes em suas redes sociais, pode prejudicar a credibilidade da marca e isso com certeza é uma das coisas para não fazer nas redes sociais. Afinal, memes excessivos podem tirar o foco do seu real objetivo que é vendas/serviços.

Use os memes de forma estratégica e somente de vez em quando, tente explorar o timing certo para entrar na brincadeira e evite usar os memes de forma atrasada. Dê preferência a brincadeiras que possam ser linkadas com o seu ramo de negócio.

Análise em sua empresa o que você pode fazer semelhante. O uso de memes tem como ideia dar um ar de leveza a suas redes sociais e não uma zorra total.

9-      Esquecer de adotar um padrão para as postagens

É fundamental para sua estratégia de marketing ter hábitos de dias e horários para as postagens nas redes sociais bem definidos, não é indicado postar “demais” ou postar “pouco”.

A frequência de postagens é uma coisa que deve ser levada a sério e discutida com toda a equipe de marketing, pois vai depender do tipo de negócio e quantidade de informação que pode ser fornecida ao público.

Para algumas empresas, o ideal é ter postagens 1 vez na semana, para outras é 2 ou mais. vai depender do seu objetivo, o que deseja alcançar com a sua estratégia e o seu tipo de público.

Faça essa análise e programe os conteúdos. Faça testes dos melhores dias e horários para publicar e que geram melhor engajamento. Nas métricas das próprias redes sociais é possível ver este tipo de análise. Tente usar isto a seu favor.

10-  Cuidado com os erros de português

E por último, mas não menos importante, evite a todo custo erros de português em suas publicações.

Apesar a linguagem na internet ser mais informal, isso não significa que no perfil das redes sociais da sua empresa você cometa essas gafes. Os erros podem dar uma impressão de amadorismo, por isso, é fundamental checar tudo o que for postado antes de realizar a publicação.

É importante compreender que tudo o que for feito nas redes sociais pode refletir positivamente ou negativamente para o negócio.

Aqui vale lembrar que erros de português não tem relação com o tipo de linguagem abordada pela empresa. Neste caso estamos nos referindo a erros de pontuação, palavras escritas erradas, falta de concordância.

Se sua empresa possui tipo de serviço ou produto com um público mais jovem e informal, não tem problemas você usar de certas gírias usadas por este tipo de público em suas publicações, porém, isso não significa que você pode por exemplo escrever palavras errado ou esquecer pontuações.

Lembre-se que faz parte da comunicação que a mensagem seja facilmente compreendida e para isto, um bom conteúdo precisa estar de acordo e bem escrito. Mesmo que seja para uma postagem em rede social.

Por fim, tente colocar em prática estas dicas sobre o que não fazer nas redes sociais da sua empresa e mantenha esse canal como uma fonte de conquista de clientes e não simplesmente para ganhar cliques e visualizações.

Com certeza os resultados poderão ser muito melhores.

Chamar no zap
Precisa de ajuda?
Ola!
Em que podemos ajudar?
Enable Notifications    OK No thanks